LEUCAB
Galeria de Fotos
Notícias
Quimbanda
Umbanda
Mensagens
Orações
Contacte-nos
Rádio
Pesquisa
Patrocinadores

OS EXÚS, SEUS NOMES E SEUS SIGNIFICADOS OU REPRESENTAÇÃO SETE LINHAS EXÚ GUARDIÃO SIGNIFICADO DO NOME OXALÁ SETE ENCRUZILHADAS Representa os diversos caminhos abertos em nossas vidas; representa ainda o livre-arbítrio professado na religião de Umbanda e conseqüentemente nossa liberdade na escolha de nosso próprio caminho. IEMANJÁ E NANÃ MARABÔ MA: Verdadeiramente RA: envolver ABÔ: proteção Aquele que envolveu perfeitamente com sua proteção ou Salve aquele cuja força protege OMOLU CAVEIRA Representa nossa mais profunda transformação, aquela onde nossa parte material já se encontra em profunda degradação e, no entanto, nossa alma permanece em evolução. OXOSSI E OSSÃE SETE CAPAS Representa o momento de transição final; é o Exú da hora da passagem; responsável pelo corte do cordão fluídico no momento final dos filhos de Umbanda. XANGÔ E IANSÃ TIRIRI TI: com grande força RIRI: valor e mérito. Aquele que protege com grande força aos que tem valor e mérito. OXUM E OXUMARÉ VELUDO Representa a doçura, a delicadeza mas também a força, a resistência. Representa ainda a riqueza material e espiritual trazidas pela Linha à qual serve. OGUM E IBEJI TRANCA-RUAS Representa um grande poder de defesa para aqueles que a ele se dirigem; defesa contra aqueles que nos desejam o mal, contra nós mesmos e contra aqueles pensamentos e ações que tendem a impedir nossa evolução.
Exu das Sete Capas, que com a tua capa aberta transpões as distâncias dos tempos...venho agora rogar a ti e a tua falange para que me valha a tua proteção em todos os momentos de minha existência... Na noite do meu do meu espírito, onde meus olhos não enxergarem, que tua visão espiritual possa dissipar todas as trevas e alertar-me dos perigos... Nos dias de minha alma me ajuda a ter mente lúcida de minhas obrigações com a vida espiritual e com os meus irmãos.. Se a felicidade da fartura e posse de bens materiais me felicitarem a existência, derrama sobre mim a tua advertência, para que eu saiba preservar e valorizar os dons que a vida me deu... Diante das dissensões e divergência da atual reencarnação que ao teu lado eu encontre segurança para usar de prudência e não me envolver em situações confusas e nem tentar fazer aquilo que não está dentro de minhas competências... Que no impulso das tuas vibrações eu saiba vencer todas as demandas com força, coragem e persistência... Na alegria que me lembre de tuas lições para ser moderado e responsável... Nas dificuldades que contigo ao meu lado eu saiba ser nobre e pacífico, sem me humilhar, para preservar a minha dignidade... Pelas estradas da vida seja meu guardião, você que as giras dos destinos... Contigo tenho certeza que caminharei para o futuro sem culpa e passarei pelo presente sem medo e transportarei todas as situações difíceis e boas em proveito para mim e para os meus semelhantes ... Se os inimigos criarem armadilhas que a tua capa seja meu escudo e em tudo e em toda vida eu saiba respeitar as leis da Umbanda e Quimbanda, tendo em ti o guardião da minha... Salve o Exu das Sete Capas
O intermediário entre os Orixás e os homens! Quanta confusão se faz contra ele. Quantos lhe condenam, sem ao menos o conhecerem. Consta na 3º lei de Newton ! "A toda ação corresponde uma reação igual, de mesma direção e sentido contrário". Parece que Newton falava de Exu quando formulou sua poderosa lei. Ele é a reação! Ele é o sentido contrário! Ele é a força que equilibra e mantém a todos no caminho da evolução! O equilíbrio é conseguido quando conseguimos nos sobrepor às dificuldades pelo aproveitamento das influências positivas. É fato que sem a ignorância não se chegaria ao conhecimento, sem a dor não se chegaria a cura e sem a treva não se chegaria a luz. Exu é o momento inicial de tudo, onde a falta de conhecimento é superada pela evolução e então aparecem as soluções para os males. Exu não é o diabo como muitos afirmam. Ele não é a maldade, ele não é o sofrimento e nem a solidão. Ele é o vento, é o sorriso, é a rebeldia, é a luta pela vitória. Ele é a própria vitória e a alegria por tê-la conseguido. Ele é o trabalho e a evolução, é o respeito e a admiração. É a elegância, a arrogância, a cortesia, a gentileza, a dolência, a malemolência, a malandragem, é até mesmo o trabalho. Enfim ele é, o que se pedir para ele ser. Ele é o limiar da espiritualidade com a humanidade. Ele entende aos dois. Ele chora com a tristeza do filho e ri com a sua vitória. Ele bebe, ele fuma, ele dança, ele é a festa. Ele é exatamente como gostaríamos de ser. Nos momentos de trabalho, trabalhamos; nas festas dançamos, sorrimos, nos alegramos e nem por isso nos consideramos demônios. A Pomba-gira, é a manifestação feminina do Exu. São mulheres maravilhosas, que admiram a beleza, a festa e a música. Do ponto de vista da Umbanda, Exu é entidade, não é divindade como no Candomblé. Exu e Pomba-Gira, entidades de Umbanda, foram homens e mulheres que quando encarnados, amavam a noite, eram boêmios, foram mesmo pessoas normais como nós, que tiveram empregos normais como os nossos, foram talvez grandes advogados, costureiras, médicos, professoras ou até mesmo prostitutas. Todos tão humanamente normais como nós e que por escolha ou determinação superior, trabalham agora na espiritualidade, utilizando esta nova roupagem. Quem sabe o que nos aguarda quando as nossas faltas tivermos de pesar.



|LEUCAB| |Galeria de Fotos| |Notícias| |Quimbanda| |Umbanda| |Mensagens| |Orações| |Contacte-nos| |Rádio| |Pesquisa| |Patrocinadores|